"Há três métodos para ganhar sabedoria: primeiro, por reflexão, que é o mais nobre; segundo, por imitação, que é o mais fácil; e terceiro, por experiência, que é o mais amargo." Confúcio

Seja bem vindo(a),

terça-feira, 25 de agosto de 2009

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

I Encontro Nacional de Aprendizagem e Distúrbios da linguagem Escrita

I Encontro Nacional de Aprendizagem e Distúrbios da linguagem Escrita

Interface Medicina e Educação



Organização:

Fonoclines, Centro de Estudos e Tratamento da Voz, Audição e Deglutição.

CNPJ: Insc. Pessoa Jurídica: CFFª


Sábado dia 28 de novembro:

08:00 - Abertura do Evento

1-08:10 - A Importância do Contrato e Protocolos no Consultório

Dr.ª Roberta Jacob Reskalla – Advogada ABO


2- 08:20 - Como Administrar as Finanças de Seu Consultório

Aline Ribeiro –UFJF


3-08:30 – A Importância do Planejamento em Marketing para Profissionais da Área de Saúde e Educação. Carlos – Fundação Getúlio Vargas.


4-08:40 – Adminstração da APAE um Desafio de Gestão- Regina Gravina nº conselho

5-08:50 – O comprometimento social gerado pelos distúrbios da fala e da escrita.

Aline Albuquerque Tostes de Aquino

6- 09:00 – A Desnutrição Infantil Como Fator de Atraso na Aprendizagem

Dr.ª Bruna de Mello Magalhães - Nutricionista – UFV.

7-09:10 – A Influência dos Fármacos no Tratamento dos Distúrbios da Aprendizagem e da Leitura e Escrita. .

Dr. Franklim Venâncio Farmacêutico - CRF – 21214 Especialista em Farmacologia – UFJF.


8-09:20 – Mesa Redonda

9-09:30 – Parâmetros Normais de Desenvolvimento de Linguagem Oral, Escrita e de Sinais. PhD. Fernando Capovilla, PhD. Psicologia – Temple UNiversity of Philadelphia.

10:15 – Coofee Break – Salão Nobre do Centro de Convenções Ritz.

10:30 - Parâmetros Normais de Desenvolvimento de Linguagem Oral, Escrita e de Sinais. PhD. Fernando Capovilla, PhD. Psicologia – Temple UNiversity of Philadelphia.

12:30 – Almoço.

10-14:00 – Testes Normatizados e Validados para Avaliar Grau de Desenvolvimento ou Atraso, e para Diagnóstico Diferencial de seus Distúrbios

PhD. Fernando Capovilla, PhD. Psicologia – Temple UNiversity of Philadelphia.
16:30 – Coofee Break – Salão Nobre do Centro de Convenções Ritz.

16:45 – Continuação - Testes Normatizados e Validados para Avaliar Grau de Desenvolvimento ou Atraso, e para Diagnóstico Diferencial de seus Distúrbios

PhD. Fernando Capovilla, PhD. Psicologia – Temple UNiversity of Philadelphia.

18:30 – Encerramento das Atividades do Dia.

Domingo 29 de novembro de 2009.

12-08:00 – O Cérebro e Suas Funções na Aprendizagem

Dr.ªDiliege - Neurologista

13-08:10 – Aspectos Pré-natais e Estágios Maturacionais da Criança – Pediatra - DR.Carlos Alberto Coelli

14-08:20 – Fonoaudiologia e educação- Encontros e desencontros e a busca de uma atuação conjunta . Fonoaudióloga - Hellem Miranda

15-08:30 – Inteligência Aprisionada: Compreensão e Intervenção em Sala de Aula – Psicóloga, Pedagoga e Psicopedagoga – Marina S.Rodrigues Almeida

16-08:40 – Inteligência Aprisionada: Compreensão e Intervenção em Sala de Aula – Psicóloga, Pedagoga e Psicopedagoga – Marina S.Rodrigues Almeida

17-08:50 – Inteligência Aprisionada: Compreensão e Intervenção em Sala de Aula – Psicóloga, Pedagoga e Psicopedagoga – Marina S.Rodrigues Almeida

09:00 – Mesa Redonda

18-09:10 – O tratamento da musicoterapia nas síndromes neurológicas e a influência no desenvolvimento da linguagem - Ana Lobato

19-09:20 - Limitações na intervenção do processo de aquisição de linguagem, leitura e escrita nas síndromes genéticas – Jackeline Assis

20-09:30 – Comunicação suplementar e ou alternativa na fonoaudiologia – Fonoaudióloga – Bianca Serrano.

10:00 – Coofee Breeak

21-10:20 - As fases de construção do letramento infantil e o desenvolvimento da consciência fonológica. Psicopedagoga Maria do Carmo Mello

22-10:30 - Organização Perceptomotora como requisito para a alfabetização – Eliane

23-10:40 - Utilização dos elementos rítmicos na organização do pensamento e da fala – Ana Lobato – musicoterapeuta

24-10:50 - Intervenção psicopedagógica no processo de mediação entre o aprendiz e objeto do conhecimento – psicopedagoga Maria do Carmo Mello

25-11:00 - Processos de atenção e memorização e seus distúrbios – dr. Carlos henrrique

26-11:10 - Trabalhando com as alterações ortográficas atuação pedagógica/terapêutico. Pedagogo – Helem Miranda

27-11:20 - Jogos como Estratégia de Atendimento – Eliane

28-11:30 - A Informática na Intervenção Fonoaudiológica – Bianca Serrano

29-11:40 – Alterações respiratórias e a intervenção da ortodontia – Dentista DR.Carlos Henrique.

30-11:50 – A Equoterapia no processo de aprendizagem – Eliane

31-12:00 – Apresentação de trabalhos científico

12:10 – Mesa Redonda

12:20 – Almoço

32-14:00 –Privações Extremas na Primeira infância – Pediatra – Ivana

33-14:10 – Perda intermitente da Audição de condução – Fonoaudióloga - Roberta Cocate

34-14:20 – A Importância do Diagnóstico Audiológico no Desenvolvimento da linguagem-

Fonoaudióloga - Rita Peters

35-14:30 – Aspectos Otorrinolaringológicos da Pessoa Portadora de Necessidades Especiais – Dr.Marcelo Otorrinolaringologista.

36-14:40 – Estimulação do Processamento Auditivo nos distúrbios da leitura e escrita. Anna Marcella

14:50 – Mesa Redonda

37-15:00 – Estimulação do Processamento ortográfico - Daniela fagoc

38-15:10 – Dislexia: A Inclusão do aluno disléxico no ensino regular – Psicóloga, Pedagoga e Psicopedagoga – Marina S. Rodrigues Almeida

39-15:20 – Dislexia

40-15:30 – Tratamento Psicopedagógico do TDHA – Eliane

41-15:40 – Tratamento Psicofarmacológico da TDH - Dr. Bernardo Fuscaldi F.Baptista

15:50 – Intervalo

16:00 –

42-16:10 - Reabilitação dos problemas de desenvolvimento da Leitura e Escrita: Fatores Importantes – Dr.ª Regina Celi Machado Cupello Borgli

18:00 – Encerramento

Adriano Avelino Ribeiro
Fonoaudiólogo CRFª 5069/MG
(32)9199-2652

domingo, 12 de julho de 2009

Que máximo este papel higiênico!





Essa é para os viciados em sudoku. Você não precisa parar de jogar nem quando vai ao banheiro, sem a repetição de nunhum jogo até o final do rolo.


Disponível também uma versão com um mix de jogos de raciocínio incluido memória, matemática, exercícios para o cérebro, dentre outros. Na gadgets.co.uk.

domingo, 5 de julho de 2009



Título: MANUAL PRÁTICO DO DIAGNÓSTICO PSICOPEDAGÓGICO CLÍNICO
Autor: SIMAIA SAMPAIO
Editora: WAK EDITORA

Sinopse:
Neste manual, de maneira prática e objetiva, a autora descreve minunciosamente os passos e a aplicação das técnicas usadas no diagnóstico psicopedagógico clínico baseado na Epistemologia Convergente.
Como professora de pós-graduação e supervisora de psicopedagogos, observa a dificuldade que os alunos encontram em unir todas as etapas do diagnóstico para realização do estágio e, mesmo depois de formados, eles sentem dificuldades ao iniciar seu atendimento clínico, por causa da ausência de material de apoio. Por isso, descreve aqui, passo a passo, a realização do Contrato Inicial, EOCA, Provas Operatórias, Técnicas Projetivas, Outros Testes, Anamnese, Devolução e Informe Psicopedagógico.

sábado, 9 de maio de 2009

Atividades para trabalhar coordenação motora

Sugestões de Simaia Sampaio

Você poderá trabalhar a coordenação motora com alguns materiais:

- Canudos coloridos, a criança irá cortar em pedaços pequenos, depois encaixar
num barabante ou nylon. Pode trabalhar repetição de sequência de cores também.

- Faça o mesmo com miçangas.

- Pegue um folha de EVA ou papel paraná grosso, faça vários furos. poderá fazer
formando uma figura. Com um cadarço a criança irá passando pelos buracos como um
costurado.

- Faça bolas de malabarismo com folhas de revista: peça a criança que amasse as
folhas, amassa uma, a segunda em cima da primeira, a terceira em cima da segunda
e assim por diante até ficar do tamanho de uma bola de frescobol. peça para a
criança amassar bem, irá trabalhar sua musculatura da mão. Depois passa uma fita
crepe larga transparente nela toda. Ela irá ficar durinha.

- Com duas dessas bolas peça para a criança fazer malabarismo.

- Fique em pé de uma lado e a criança do outro. Ao mesmo tempo que você joga a
bola para ela, ela irá jogar para você. Ela terá que concentrar o olhar na bola
que você jogou não na dela (para algumas crianças isso é difícil)

- Recorte ao meio duas garrafas pets de 2 litros. Aproveite a parte da tampa.
Coloque a bola ali dentro e jogue com a criança.

- Trabalhe com costura, ponto cruz ou croche.

- Pega varetas

- Pegue duas bolinhas daquelas que vendem em farmácia de fisioterapia. Peça que
a criança amasse as duas ao mesmo tempo. Faça 3 séries de 10. irá fortalecer a
musculatura da mão.

- Jogo resta um trabalha a pinça

- jogo 5 Marias com pedrinhas ou saquinhos que você poderá faze com a criança
com feltro, ela costura.

- Rasgar papéis de revistas ou jornais. Pode aproveitar depois para fazer alguma
arte com as bolinhas de papel: colar em um coração por exemplo, ou na copa da
árvore.

- Use a criatividade para bolar mais atividades.
Simaia Sampaio

quinta-feira, 30 de abril de 2009

Testes Online para TDAH

TDAH Infantil

9 questões para Desatenção

9 questões para Hiperatividade / Impulsividade

Baseado na lista de sintomas do DSM-IV

Resultado baseado no número de sintomas positivos


<TDAH Adulto
9 questões para Desatenção

9 questões para Hiperatividade / Impulsividade

Baseado na lista de sintomas do DSM-IV

Resultado baseado no número de sintomas positivos

Vídeo sobre reportagem da Síndrome de Asperger



Esta reportagem está bem explicada para quem não conhece a Síndrome e quer conhecer seus sintomas.

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Apostila do Método Fônico

Clique aqui para baixar a apostila completa do Método Fônico

http://espaco-educar-lisa.googlegroups.com/web/Metodo_Fonico_ApostiladeAtividades.zip

Dica de leitura:

ALFABETIZAÇAO - METODO FONICO
Autor: CAPOVILLA, ALESSANDRA GOTUZO SEABRA
Autor: CAPOVILLA, FERNANDO CESAR
Editora: MEMNON

Após examinar a fundo 115 mil estudos à procura do método de alfabetização mais eficaz, os Estados Unidos, a França e o Reino Unido decidiram adotar oficialmente o método fônico. Infelizmente, contudo, os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs) do MEC ainda insistem em pregar um outro método de alfabetização que, de acordo com aqueles países, é ultrapassado, improcedente e ineficaz. Isto tem custado caro ao aluno brasileiro, cuja competência em leitura e escrita tem caído de modo alarmante, sendo classificado em último lugar no Programa Internacional de Avaliação de Alunos. 'Alfabetização - método fônico' explica os dados científicos nacionais e internacionais que comprovam a clara superioridade do método fônico e demonstra, passo a passo, como implementá-lo na sala de aula para a alfabetização eficaz, tal como faz o Reino Unido, a França e os Estados Unidos, de modo a reverter as alarmantes taxas de fracasso escolar de nossas crianças.

quinta-feira, 23 de abril de 2009

Atividades para escrita espelhada e disgrafia

- Pegue uma caixa raza tipo de camisa de gola masculina e coloque areia (clara,
fina, peneirada e limpa) rasa de forma que o dedo toque a base. Peça que usando
o dedo indicador escreva da mesma maneira que você, letras e números. Fique do
lado dele e escreva na caixa e ele faz junto com você.

- Utilize a lousa mágica da mesma maneira.

- Passe tinta num pedaço de vidro temperado e peça que ele também utilizando o
indicador faça as letras e números

- Compre aquelas lixas mais finas de lixar madeira ou parede(que não machuque o
dedo) e escreva as letras com giz de cera em tamanho grande, você irá precisar
de umas 3 ou 4 lixas. Em cada lixa dá para escrever umas seis letras cursivas ou
números. Peça que ele passe o dedo em cima de cada uma 3 vezes contornando no
sentido correto. Ao terminar cada uma ele vai escrevendo no papel a letra que
acabou de contornar.

- Quando ensinar a letra vá associando com algo conhecido ou engraçado. Por
exemplo quando fizer o v diga "começa pelo bico desce, sobe e faz a asa. O p
sobe, desce, sob pelo mesmo lugar e faz a corcunda etc

- Desenhe a letra grande no papel. Com um pedaço de barbante a criança irá colar
o barbante na letra no sentido que se escreve. Pode ser jogando glitter.

- Associado a isto compre aqueles livrinhos de atividades tipo caligrafia que
vem com as letras para ele cobrir e depois fazer sozinho.

- Enfim você pode criar outras idéias neste sentido.

Criado por Simaia Sampaio

quarta-feira, 25 de março de 2009

III Fórum de Psicopedagogia da Bahia

III Fórum de Psicopedagogia da Bahia
03 e 04/04/2009

"A aprendizagem, a linguagem, a ação psicopedagógica e o pensamento em ação"

Convidados:
- Evelise Portilho – Doutora em Educação (Madri) - PR
- Quézia Bombonato –Presidente da ABPp Nacional-SP
- Lino de Macedo – Doutor em Psicologia - SP
- Margaret Rebouças – Psicopedagoga - BA
- Licia Beltrão –Doutora em Educação (UFBA) - BA

APOIO:
LDM Livraria Multicampi
Ele & Ela Flores
Colégio Marista - Patamares
Direcional Revistas
REALIZAÇÃO:
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PSICOPEDAGOGIA - SEÇÃO BAHIA

Av. Tancredo Neves, 3343 s/1103 torre – B
Caminho das Árvores - Salvador – Bahia
Telefone:
(71) 3341 – 0121



OBJETIVOS

Discutir aspectos inerentes à aprendizagem, à linguagem e as várias ações que permeiam o pensamento entre a linguagem e a aprendizagem.

PERÍODO

03 e 04 de abril de 2009

LOCAL

Auditório do Colégio Marista - Patamares
Endereço: R. Manuel Antonio Galvão, 655
Pituaçu – Salvador- BA

INSCRIÇÕES

ABPp Seção Bahia
Associação Brasileira de Psicopedagogia – Seção Bahia
Av. Tancredo Neves,3343 sl.1103-B edf. Cempre Caminho das Árvores - Salvador - BA
Telefone: (71) 3341 – 0121
Telefax: (71) 3341-2708


PROGRAMAÇÃO


1º Dia – 03/04 – Sexta-feira

19:00 – Entrega de credenciais
19:30 – Conferência:
“A aprendizagem, a linguagem, a ação psicopedagógica e o pensamento em ação”.
Conferencista – Quézia Bombonatto – SP

2º Dia – 04/04 – Sábado

8:30 – Conferência:
“Jogo, diagnóstico e intervenção”.
Conferencista: Lino de Macedo - SP

10:00 – Intervalo

10:30 – Mesa redonda:
“A intervenção psicopedagógica e a aprendizagem”.
Convidados:
Evelise Portilho - PR
Margaret Rebouças – BA
Quézia Bombonatto – SP
14:00 – Conferência:
“Linguagem e aprendizagem”
Conferencista: Lícia Beltrão - BA

15:30 – Intervalo

16:00 – Conferência:
“Analisar a própria maneira de aprender - eis a questão!”
Conferencista: Evelise Portilho - PR

17:30 - Encerramento
FICHA DE INSCRIÇÃO
NOME______________________________________________
ENDEREÇO_________________________________________
CIDADE________________________CEP________________
TELEFONE_________________CELULAR_________________
E-MAIL____________________________________________
RG_______________________CPF_____________________
LOCAL TRABALHO__________________________________
PAGAMENTO A VISTA ( )SIM ( ) NÃO TOTAL: _________

I CAFÉ PSICOPEDAGÓGICO

A autora da Wak Editora, Maria Irene Maluf, será a palestrante convidada do

I CAFÉ PSICOPEDAGÓGICO

PRÁTICAS E REFLEXÕES NA ÁREA DA SAÚDE E EDUCAÇÃO

PALESTRANTE CONVIDADA: Maria Irene Maluf
Pedagoga , especialista em Educação Especial e Psicopedagogia
Membro Honorário da Associação Portuguesa de Psicopedagogos
Presidente da Associação Brasileira de Psicopedagogia - 2005/07
Editora da revista Psicopedagogia da ABPp
Professora convidada do curso de Aperfeiçoamento em Psicopedagogia
Institucional do Instituto Sedes Sapientiae


-ORGANIZAÇÃO: Dilaina Paula dos Santos -Coord. da Pós Graduação MOZARTEU

DATA : sábado dia 28 de março das 9h00 às 11h30.


-LOCAL: FACULDADE MOZARTEUM DE SÃO PAULO Rua Nova dos Portugueses, 365 - Bairro Sta. Terezinha.


-INVESTIMENTO: R$ 20,00 e R$10,00 para aluno, ex-aluno da FAMOSP e associados da ABPp.

-INSCRIÇÕES: pelo fone/fax: 11 2236-0788 RESERVE ANTECIPADAMENTE SUA INSCRIÇÃO.

SERÃO CONFERIDOS CERTIFICADOS AOS PARTICIPANTES

terça-feira, 24 de março de 2009

Palestra: "A utilização do brinquedo como intervenção e psicodiagnóstico na psicoterapia corporal dacriança e do adolescente".

Apresentação Brinky de Gestão de Clínica de Psicologia.
Objetivo: Apresentar a relação dos jogos e seu significado teórico nas diversas fases do desenvolvimento da criança e do adolescente. O Brinky é uma ferramenta desenvolvida para que o profissional possa gerenciar,não apenas seus pacientes, mas também o fluxo de informações que precisa administrar em cada consulta.

Data: 04 de abril de 2009 às 20h30min (entrada franca) - São Paulo. Reservas antecipadas pelo e-mailbsrocha@ terra.com. br ou pelos telefones de contato abaixo.

Endereço: Othon Flat - Alameda Jaú, n 135 - às 20:30 hs

Abriremos uma nova turma para o:

Curso Intensivo de Psicoterapia Corporal com Crianças e Adolescentes módulo I (realizado em 5 módulos semestrais):

São Paulo: 24, 25, e 26 de ABRIL de 2009
São Luis: 15, 16 e 17 de MAIO de 2009
Rio de Janeiro: 12, 13 e 14 de JUNHO de 2009
Salvador: 17, 18 e 19 de JULHO de 2009

As pessoas interessadas deverão entrar em contato.

Pedimos sua colaboração na divulgação das informações abaixo.

Acesse: www.brasildarocha. net

CIRANDA REFLEXIVA

Tema: A Educação Infantil (pré-escola) deve ser obrigatória?

Data: 27 de março de 2009 (sexta-feira)
Horário: das 14h às 17h30min
Local: auditório do Colégio ISBA
Endereço: Rua Macapá, 128 – Ondina - Salvador
Taxa de inscrição: R$ 5,00 (inscrição no dia do evento)



PROGRAMAÇÃO:

14h – 16h: A Educação Infantil (pré-escola) deve ser obrigatória?
Palestrantes: Profª Marlene Oliveira dos Santos (coordenadora do FBEI)
Profª Gilvânia Nascimento (Coordenadora da União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação/UNCME – Seção Bahia)
Prof. Luiz Walter de Lima (Presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais/UNDIME Bahia / Secretário Municipal de Educação de Camaçari)
Prof. William Góes (Presidente do Conselho Municipal de Educação/CME – Salvador)


16h – 17h30min: Eleições complementares Grupo Gestor FBEI / 2009-2011 (Região Metropolitana)


Informações: fbei2005@yahoo.com.br / 9151-0833 / 8752-6207 / 9182-9594


Contamos com a sua presença!

Grupo Gestor FBEI (2009-2011)

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Nosso subconsciente é como o solo fértil que recebe sementes e as faz crescer.

Indiferente a espécie de semente lançada, cumpre sua missão garantindo respeito às leis da natureza, aos desígnios do Universo. Pensar de outra forma, não aceitar tal verdade, seria comprometer toda a harmonia que rege nossa existência.
Quem é o semeador? Quem lança as sementes?
Nossa mente consciente, constantemente, envia sementes ao solo fértil. Os pensamentos são sementes!
Considerando que todas as sementes são criadas por nossos pensamentos, seja numa construção direta ou indireta (conseqüência das sugestões a que estamos submetidos), jamais duvide de que elas vão germinar!

Nosso subconsciente, servo fiel, não questiona a origem e, muito menos, as qualidades das sementes lançadas.

Cada um de nós deve ficar atento as suas sementes. Como o lavrador diligente, que deposita na terra a sua esperança, que confia no Poder da Criação e que do resultado retira a subsistência de sua família, devemos zelar para que as sementes lançadas tenham qualidade.

A qualidade de nossas sementes está diretamente relacionada aos nossos valores, virtudes, verdades, dogmas, enfim, à percepção que detemos da realidade que nos cerca.

Nossa percepção está relacionada aos sentidos físicos (são poucos os que recorrem também ao “sexto sentido”), consequentemente, necessário se faz o desenvolvimento dos mesmos e da percepção através do estudo e da prática. O aperfeiçoamento individual é condição natural de nossa elevação e evolução.

Nossa preocupação central, fruto da qualidade de semeador, é policiar o tipo de sementes que vamos cultivar. Filtrar os pensamentos, este é o verdadeiro segredo!

Devemos arrancar as “ervas daninhas” de nosso jardim e os espinhos do canteiro.

Devemos treinar nossa percepção para, no segundo que antecede o mergulho da semente sem qualidade no solo, impedir o plantio!

Como?
Várias técnicas podem ser utilizadas. Mas, antes, responda:
Antes de dormir você agradece o jardim que possui e procura “limpar” o solo do mesmo?
Consegue perceber a qualidade das sementes que você tem plantado?
Consegue evitar que as sementes lançadas “por sobre o muro do seu jardim”, “nocivas e tóxicas”, cresçam no solo fértil ali existente?
Respondeu afirmativamente, parabéns você é um excelente jardineiro!
Houve dúvida no momento da resposta? Lembre-se que você é o jardineiro e que as ferramentas foram disponibilizadas pela Fonte Criadora! De forma latente estão presentes e esperando que você diga: eu posso, eu quero e eu vou!
Eu fui negligente com o plantio por diversas vezes; permiti que as sementes lançadas “por sobre o muro” comprometessem o meu jardim e dificilmente limpava e adubava o solo. Hoje, após rever alguns conceitos, falsos paradigmas, posso afirmar que tenho utilizado técnicas que me permitem ver a “realidade” de outra forma, isto é, compreender a sua total relatividade.
O que pretendo com esse primeiro artigo é lançar mais uma “semente” por sobre o “muro”, pode ser que ela floresça ou não. Depende da sua permissão!

Luz, Vida e Amor para o seu jardim!

Fonte: http://www.razaoaurea.com.br/outrosassuntos/index.php?section=content&w=558

MUDE DE VASO!!!

Faz algum tempo (oito anos), o pai de minha esposa – José Antônio – nos presenteou com uma Árvore da Felicidade.

O pequeno ramo foi recebido com muito carinho por nós... Havia sido retirado de outra árvore que, segundo minha esposa, estava na família dela “há bilhões de anos”!

Todos nós acompanhamos o carinho e o cuidado do “Zé Antônio” – hoje semeando árvores da felicidade lá no céu – ao preparar a nossa muda... A esperança depositada num pequeno ramo – seco! Que, segundo ele, vingaria e cresceria.

Como professor e bom filósofo afirmava: é questão de tempo!

Acredito que o Zé sabia, olhando para aquele “galho seco fincado no caso”, de toda a potencialidade que se encerra no núcleo de um ser vivente - na semente. Era um sábio!

Os anos passaram e, realmente, o ramo virou uma Árvore da Felicidade. E o melhor: parte da família, a nossa primeira filha, a irmã mais velha do Iuri.

Recentemente peguei a nossa Árvore da Felicidade e mudei para um vaso maior.

Constatei que, logo após a mudança de ambiente, seus galhos secaram e suas ramificações murcharam. Imagine só o meu desespero... Achei que matara nossa filha, fruto de gerações... Filha de outra Árvore da Felicidade que de forma imponente permanece na sala de minha sogra - Aquela que está na família há “bilhões de anos” – a árvore!

Podei, tratei, confortei e o milagre vem se fazendo... Novos ramos, outras ramificações. Um verde novo por caminhos nunca antes percorridos!

Fazendo uma reflexão, enquanto observava o milagre da vida acontecendo naquele novo vaso, pude constatar que era mais uma lição da Mãe Natureza.

A força e a perseverança em viver e vencer daquela árvore – que um dia fora um “galho seco” – era mais do que uma inspiração... Era algo divino!

Quantas vezes somos impedidos de crescer pelo conforto de nossos vasos?

Sem perceber, não nos damos contas de que aos poucos nossas raízes vão ficando sufocadas e nossos galhos pesados... De que já não possuímos mais o brilho verde que noticia a vida. Ficamos pesados, opacos e limitados por nossas próprias raízes!

Esperamos, no conforto da situação, a nossa própria degeneração.

O certo seria:

Ø Buscarmos um novo vaso... Maior, com espaço para alargarmos as nossas raízes.

Ø Quebrarmos as paredes que nos cercam com a força de nossa perseverança e alegria de viver. Romper nossas limitações, ainda que comprometendo o falso conforto que nos serve de paradigma.

Ø Não reclamar tanto quando, frente as nossas omissões, a vida nos transmuta.

Hoje gosto de sentar e olhar para a “minha filha mais velha”... que lição! A vida lhe impôs um novo vaso e ela buscou forças para se regenerar. Vive para crescer e cresce para viver! Um novo verde alarga os seus caminhos... Suas raízes buscam novos horizontes e crescem em paz.

Procure um vaso novo e deixe suas raízes crescerem em paz; saia do pseudo-conforto que te cerca e volte a brilhar.

Só depende de você “se replantar”!


Fonte: www.razaoaurea.com.br

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Intervenção


Oi pessoal, resolvi postar aqui algumas situações para intervenção.
Hoje escolhi falar sobre o jogo Mancala. Vocês não encontrarão este jogo nas lojas, mas poderão mandar um marceneiro fazer ou fazer com a própria criança com uma caixa de uma dúzia de ovos, sem os ovos é claro. Não iremos precisar deles só da caixa. Precisaremos também de feijões mais graudos.
Este é um ótimo jogo para se jogar com crianças a partir de 9 anos e com adolescentes. Trabalha concentração e raciocínio lógico. Para jogá-lo precisa-se ter muita atenção.
Joga-se com 2 jogadores.
O jogo possui seis cavidades de cada lado e duas cavidades nas extremidades chamados de oásis. O oásis do jogador será sempre o da sua direita.

Regras do jogo. Distribui 3 caroços de feijão conforme a gravura.
O jogo deve ser jogado no sentido anti-horário sempre.
O primeiro jogador inicia pegando 3 caroços de feijão do seu próprio lado e distribuindo nas casas seguintes à sua, um em cada casa. Não pode deixar o feijão na casa em que estava.
Se o último feijão desses três que ele distribuiu cair no seu oásis à sua direita (sentido do jogo) ele terá o direito de jogar novamente, por isso fique atento para tentar fazer isso sempre que possível.
Se em outro momento o último feijão que o jogador A distribuiu cair numa casa vazia sua e do outro lado do adversário B tiver grãos de feijão estes grãos do jogador B irão para o oásis de quem distribuiu (jogador A). Isto também deve-se tentar fazer sempre que possível, não deixe passar esta oportunidade.
Você deverá contar sempre seus feijões antes de distribuí-los para ver onde irão cair. Se não contá-los poderá perder feijões de graça.
Ao distribuir os grãos, estes poderão passar para o lado do adversário B, mas passarão a pertencer a ele. E se ao passar para o adversário B cair numa casa vazia paralela a uma casa do jogador A contendo feijões, este irão para o oásis do jogador B já que o último grão caiu do seu lado.
Vence quem conseguir mais feijões no seu oásis.

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Trabalho aprova regulamentação para psicopedagogo
Laycer Tomaz

Gorete Pereira apresentou duas emendas, uma delas autorizando o governo a criar um órgão para fiscalizar a profissão.
A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público aprovou, no último dia 17, o Projeto de Lei 3512/08, da deputada Professora Raquel Teixeira (PSDB-GO), que regulamenta a atividade profissional do psicopedagogo. Pela proposta, a profissão poderá ser exercida pelo portador de diploma de graduação em Psicopedagogia, pelo diplomado em Psicologia ou Pedagogia e pelo licenciado que tiver concluído curso de especialização em Psicopedagogia. A especialização deverá ter duração mínima de 600 horas e carga horária de 80% na especialidade.

A comissão também aprovou duas emendas apresentadas pela relatora, deputada Gorete Pereira (PR-CE). Uma das emendas autoriza o Executivo a criar um órgão fiscalizador do exercício da profissão. "Deve ser lembrado que os dispositivos relacionados a infrações e penas somente são eficazes se houver esse órgão responsável", disse a relatora.

A outra emenda estabelece o dever de sigilo profissional, ou seja, o psicopedagogo deverá manter sigilo sobre os fatos de que tenha conhecimento em virtude do exercício de sua atividade. Ele poderá compartilhar essas informações com outros profissionais envolvidos no atendimento do cliente, desde que também sujeitos a sigilo profissional. O desrespeito a essas normas configura infração disciplinar grave.

A relatora informou que a inclusão do sigilo profissional foi uma sugestão de representantes da própria categoria.

Atribuições
Entre as atribuições do psicopedagogo estão a intervenção para a solução dos problemas de aprendizagem; a utilização de métodos, técnicas e instrumentos que tenham por finalidade a pesquisa, a prevenção, a avaliação e a intervenção relacionadas com a aprendizagem; e o apoio psicopedagógico aos trabalhos realizados nos espaços institucionais.

Pelo projeto, o portador de diploma superior de outra especialidade que já estiver exercendo ou tiver exercido atividades profissionais de psicopedagogia, em entidade pública ou privada, terá preservado o direito a esse exercício profissional.

Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e seguirá para a análise da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Íntegra da proposta:
- PL-3512/2008

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Meu livro publicado!


Estou muito feliz. Recebi o e-mail da editora informando que meu livro foi publicado e já está à venda. Quem desejar adquirir o livro veja informações no meu site http://www.psicopedagogiabrasil.com.br ou vá direto no site da editora WAK.
O próximo deverá sair ainda este ano se Deus quiser e Ele há de querer.
Se desejar obter mais informações sobre a Psicopedagogia acesse meu site http://www.psicopedagogiabrasil.com.br/